terça-feira, julho 28

O verão...


Hoje tenho a certeza do quanto o calor me faz bem e me desperta todos os meus sentidos. Nesta época tudo parece fazer sentido, e a minha vida torna-se muito mais intuitiva. Adoro a sensação de, sem nenhum motivo em especial, estar feliz. Faz-me lembrar a máxima do "não tenho nada, mas ao mesmo tempo tenho tudo"...
Claramente que pensar que vou ter férias durante algum tempo me faz ficar com nervoso miudinho e me faz sonhar com lugares longínquos e paradisíacos.

É por demais evidente que enquanto seres humanos não precisamos de muito para sermos felizes. Faltam-me cumprir alguns objectivos, faltam-me realizar alguns sonhos, mas não me falta com toda a certeza alegria para viver mais uma época de verão recheada de paz e calor. Quero viver estes dias com toda a intensidade que conseguir imprimir, de modo a que me sinta realizado e acima de tudo, feliz!

Todos nós, ao longo da nossa vida, acabamos por perder demasiado tempo a queixarmo-nos por coisas insignificantes, quando na realidade temos tudo para vencer. Tenho plena consciência que temos diferentes fases, à semelhança da lua, e que são inerentes ao nosso estado de espírito. A magia que a lua poderá suscitar aos nossos olhos, é semelhante à magia que o ser humano consegue imprimir nas várias fases da sua vida.

Sou espiritualmente dependente das forças da natureza, como é o caso do mar, e imaginar que posso sentir a sua força diariamente faz-me pensar que é eterno o meu sentir. Sentimos o sangue correr pelas nossas veias, acelerando as nossas memórias e os nossos amores. Tudo fica preenchido pela imensidão dos nossos sentidos, depertando o que de melhor têm os nossos sentimentos.

Hoje sinto-me uma estrela cintilante no meio de milhares a colorir a imensidão do cair da noite. Fica claro para mim que, apesar de insignificantes, todos nós temos o dom de podermos dar um brilho diferente às nossas noites e por conseguinte, à nossa vida...


The Delays - Long Time Coming


"Tore it up and walked away
Why'd you wanna go do that for?
Threw your Lego in
The lake
Why'd you wanna go do that for?

And you're a long time coming
A long time
Coming home
Do you see me reeling off the lines
I've seen your, I've seen your
Eyes

How can you grow old
You were my triumph?
How can you grow old
You were my
Triumph?

Turned your face into the squall
Why'd you wanna go do that for?
You carved
Your name into the wall
Why'd you wanna go do that for?

And you're a long time
Coming
A long time coming home
Do you see me reeling off the lines
I've seen your, I've
Seen your eyes

How can you grow old
You were my triumph?
How can you grow old
You were
My triumph?"

5 comentários:

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=xZGcw9HHOkU

purpurinaz disse...

Verão... diz a esse gajo pa aparecer mais vezes! lol

Anónimo disse...

:( n te vi...

Anónimo disse...

O verão é muito bom mas por agora só tem espreitado timidamente…
As nuvens teimam em pairar…
O Sol quentinho aquece a alma e o coração.
A natureza devolve-me alguma tranquilidade perdida…
O mar sim, é revigorante.

Mas o que há de mais bonito no querer é sentirmo-nos subitamente incompletos sem...

Que ironia a da vida.

Anónimo disse...

(...)"Hoje sinto-me uma estrela cintilante no meio de milhares a colorir a imensidão do cair da noite."(...)

Estive agora mesmo a olhar o ceú e havia uma estrela maior, que brilhava mais do que as outras...