segunda-feira, fevereiro 23

Mas que grande filme...


Pois é verdade, aproveitando estas pequenas mini-férias que pude disfrutar, e deixando-me contagiar por este efeito dos óscares, aproveitei para ir ao cinema ver um dos filmes que mais me chamou atenção nos últimos tempos.

Com um nome que cai no lugar comum: "Quem quer ser bilionário?", este filme tem uma série de variantes interessantes no meu ponto de vista. Primeiro de tudo, porque retrata um dos males da nossa sociedade e que todos os nós vamos sofrendo um pouco, que é a ânsia por conseguir bens materiais, esquendo-nos muitas vezes daquilo que é mais importante. A seguir porque me despertava muito interesse conseguir perceber como é possível fazer um grande filme com um argumento tão básico, como se assemelha à primeira vista. Por fim, por estar nas bocas dos media, uma vez que está nomeado para uma série de óscares.

O filme é realizado por Danny Boyle, e retrata a vida de Jamal Malik, um órfão de 18 anos dos subúrbios de Mumbai, que está na eminência de ganhar uns espantosos vinte milhões de rupias da versão indiana do concurso "Quem quer ser milionário".
Foi apanhado numa suspeita de fraude, confessando à polícia a sua incrível história de vida nas ruas e a da única rapariga que amou na sua vida, mas que acabou por perder.

Digo-vos muito sinceramente, este filme arrepiou-me do início ao fim, conseguindo impressionar-me com o argumento tão enriquecedor e fantástico aos meus olhos. Fiquei perplexo a ver desenrolar um filme tão bem pensado e tão adequado ao nosso quotidiano e à nossa forma de ver a vida.

Eu sou daqueles que acredita no destino, como já falei algures por aqui, e este filme demonstra isso mesmo. Tudo está ao alcance de acreditarmos e lutarmos pelos nossos sonhos, mesmo que para isso tenhamos que ultrapassar muitos obstáculos que parecem impossíveis e levarmos o nosso sonho até ao limiar do real. Por outro lado, retrata alguns podres da nossa sociedade, que nos vão fazendo as pessoas terem condutas menos correctas das suas vidas.

Adoro esta sensação que o cinema tem em nós, fazendo com que idealizemos analogias com a nossa própria vida, transportando-nos muitas vezes para lugares muito próprios e longínquos. Neste momento estou a assistir aos óscares e já vou vendo que já vai sendo premiado pela Academia...
Só nos resta dar os parabéns a quem merece. Este é o caso...
Aqui fica o trailer...


2 comentários:

purpurinaz disse...

ADOREI esse filme!!! Esta msm mt bem concebido...
alias ja o vi 2 vezes pq ja o tenho ca em casa...
Adoro a parte em q eles sao miudos pa :D

ps - eu disse q o cinema andava bom... ja agora na onda dos oscares, ve o Milk, o gajo faz um papelao... melhor actor sem duvida!!! ;)

Muse disse...

Vi o filme na noite dos óscares e gostei bastante por tudo o que referiste no teu post, mas para mim, na minha modesta opinião não é o melhor filme do ano, dos que estavam nomeados só ainda tinha visto o "Estranho Caso de Benjamin Button" e prefiro o Benjamin