quarta-feira, maio 7

As mulheres...


Hoje decidi falar do sexo oposto. Parece-me sem dúvida uma tarefa arrojada, tendo em conta que estou a falar de mulheres e de toda a complexidade que daí advém. É verdade, também sou daqueles que tem algumas dificuldades em perceber a mente da maioria das mulheres. As causas para isso são várias, e há quem arrisque apontar as razões, mas eu não me sinto propriamente capaz. Seria um cliché dizer que as mulheres são todas iguais, isto ou aquilo, mas eu não concordo. Para mim há comportamentos nas mulheres que não compreendo ou, por ser homem, não tenho capacidade para compreender, mas que não faz delas todas iguais ou totalmente diferentes dos homens. Somos seres distintos à partida, basta dizer que as mulheres têm a capacidade de engravidar e dar à luz e nós não. Não seria necessário ir muito mais longe. Falar a nível hormonal também não me parece boa ideia, uma vez que também sou leigo na matéria. Por outro lado, falar de experiências pessoais também não me levaria a lado algum, e estaria apenas a falar de casos pontuais. Parece-me sim interessante, poder reflectir um pouco sobre a generalidade do ser feminino e dos seus comportamentos mais comuns.

Há coisas nas mulheres que nunca conseguiremos entender e que embora pareça um contrasenso, não o é. Vou tentar dar alguns exemplos concretos de coisas que só as mulheres conhecem as razões ou as sensações: A diferença entre a tonalidade dos imensos batons vermelhos; A necessidade imperativa de ter pelo menos uns seis pares de sapatos pretos; Que apenas uma salada, uma bebida diet e um gelado cheio de calorias fazem um almoço equilibrado; Que um telefonema com uma amiga nunca demora menos de quinze minutos; O facto de irem sempre acompanhadas de outra mulher ao quarto de banho; A necessidade de ir ao cabeleireiro de duas em duas semanas para arranjar o cabelo e as unhas; O facto de ficarem de mau humor na altura da menstruação; A hipocrisia típica na conversa entre duas mulheres; A necessidade de entrar em todas as lojas do shopping para conhecer as novidades; A importância de ter quarenta carteiras todas parecidas e andar sempre com uma para todo o lado, atolada de objectos como da mala do "Sport Billy" se tratasse; A crítica constante a qualquer mulher interessante que passe; A necessidade de serem valorizadas pelos homens constantemente; Que a roupa que hoje é um must, pa semana pode ser um trapo encostado; Que todas as aranhas são um bicho de sete cabeças; A arte de andar em saltos altos tipo agulha; Fingir naturalidade e conforto durante um exame ginecológico; Depilar partes do corpo de quinze em quinze dias com cera; Que a celulite é a inimiga número1 deste mundo; O facto de dizerem que os homens são todos iguais; e etc, etc, etc...

Apesar de todas estas aparentes semelhanças, as mulheres são todas bem diferentes, "Graças a Deus", diria eu. É fantástico perceber como são tão diferentes dos homens em algumas coisas, mas tão parecidas noutras. Dizer que as mulheres deviam vir com livro de instruções, também não me parece fazer sentido. Talvez o livro de instruções fosse do ser humano em geral. No fundo, julgo que caminhamos no sentido de as diferenças entre homens e mulheres serem cada vez menores, principalmente em termos de mentalidades e valores. Há coisas que só elas fazem e isso não podemos alterar. As mulheres hoje em dia, já nada têm a ver com os antepassados, e ainda bem. Sabem o que querem, lutam pelo que querem e não esperam que nada seja feito por elas. Tudo isto de um ponto de vista muito global, obviamente que pode haver excepções, há sempre. Acho isso admirável e de salutar. Pessoas menos boas há em ambos os sexos, e não dá para especificar. A realidade é que nós homens, não passamos sem as mulheres. Umas experiências melhores, outras piores, mas a verdade é que elas estão sempre presentes na nossa vida de alguma forma.

Este post é dedicado a todas as mulheres, especialmente àquelas que tive o prazer de conhecer, e se tornaram minhas amigas...

7 comentários:

Anónimo disse...

Uma mulher tem forças inimagináveis: É capaz de suportar muitos problemas e pesados fardos. Partilha felicidade, amor e opiniões. Sorri quando lhe apetece gritar, canta quando lhe apetece chorar, chora quando está feliz e ri quando tem medo. O seu amor é incondicional. Comete apenas um erro: Por vezes esquece-se do quanto vale!

Jayi disse...

Boas....
É sem dúvida um assunto extremamente arrojado falar, "Mulheres", até porque teriamos pano para mangas, e acabariamos por chegar ao fim como começamos, isto é, sem as perceber. Mas desde já os meus parabéns pela abordagem do assunto.
Livro de instruções seria efectivamente o ideal para iniciarmos a tentativa de as compreender, mas já imaginaste o tamanho desse livro, o tremendo número de versões e actualizações diárias, seria pior que o windows e continuariamos a cometer erros de programação com toda a certeza.
Se nós clicamos no X elas queriam que tivessemos clicado no Y, se tivessemos clicado no Y, está-se mesmo a ver, é claro que deviamos ter clicado no Z. Se elas nos dizem para fazermos ou coisa, temos de ler nas entre-linhas, porque elas querem que nós façamos o oposto. Não sei que te diga, é extremamente complicado, mas é aquilo que nós mais desejamos, "Mulheres".

Um grande abraço

Anónimo disse...

Renato Renato...
O que você se foi lembrar...

Eva comeu a maçã proibida e mais não é preciso dizer;)

Mas em relação aos homens, há algumas constatações interessantes a serem consideradas: (linguagem não aconselhada a pessoas sensíveis)!

- o desodorizante roll-on nesses pêlos debaixo dos sovacos! O que vos passa pela ideia?! Que mistela!

- p/ a maioria das mulheres irem p o ginásio significa: trabalharem glúteos, abdominais e pernas...Vocês resumem-se aos peitorais...Tudo que seja a parte de cima...E as perninhas, meus meninos?! Depois vêem-se meninos com mais peitorais k as mulheres, o que é demais enjoa!!! Já agora, quais são essas máquinas milagrosas? :P

- P/ os surfistas: após alta direita, um tubo fantático, uma verdadeira coça, chegam à areia, tiram a licra e descem o fato até àquele nível, em que se mostra a pentelheira e o rêgo! Meninos n havia necessidade!

- Meninos: "Ai a conversa das tuas amigas é sempre a mesma coisa"...Conversa de meninos: ei aquela gaja, ei aquela prateleira, ei aquela onda, ei aquele golo, ei aquele carro, ei aquela bebedeira, ui e ei aquela noite...ei ei ei...;)

- Gajo virado para a namorada do amigo (k desde k é namorada do amigo deve ter passado a ter bigode e falar à macho): Ó "", diz-me lá, aquela gaja ali a frente a abanar o rabo daquela maneira, o que tu achas? é para provocar, n é?

- Frase típica de um namorado: "Olha o teu pai saiu, estamos sozinhos em casa...(com um sorriso de orelha a orelha)":)

- Tb namorados: após alta discussão, em k ela já o vê aos quadrados: "olha, dormes cá?" ;)

-a necessidade de demostrarem a sua masculinidade num joguito amigável, contra raparigas! Meninos, já sabemos k força, ISSO vocês têm mais que nós, n é verdade!? E k tal tornar o jogo interessante?!

- A "conversa mole para boi ouvir" é sem dúvida uma coisa típica de homens;) Devem pensar k andamos a dormir;)

- Outra frase típica de namorado qd quer algum favor: "ai esse top é novo, fica-te mesmo bem!!!" E ela: Tem santa paciência, já o vesti milhões de vezes, tá???

- Num balneário, a comparação do ...(vocês sabem o k)... Ouvi dizer k isto acontece sempre...por favor!!!

- A tentar acertar no buraco da respiração do "mijadoiro";)já ouvi umas conversas masculinas interessantes sobre isto;)

- Prémios p quem manda a "bisga" mais longe (ok isto é mais de miúdos, mas ainda acontece)

- O facto de arrancares um pelito das pernas na brincadeira e vocês quase desmaiarem;)

- 36ºC de temperatura corporal e vocês enfiadíssimos na cama, com chá e bolachas! " Ai que estou tão mal!!!Ai ai"

- Quando se comete o erro de dizer o seguinte: "olha, aquele da tua equipa até joga muito bem"... Pronto, orgulho ferido. Amuou o resto da semana;)

Eu avisei que a linguagem não era muito apropriada;)

E muito e muito mais, k agora n me lembro....MAs k dava pano para mangas....


Mas sim, vocês não passam sem nós e nós sem vocês;)

***
Abusada

Anónimo disse...

:-)))))))))) este post foi só p/ informar ou vais dizer o resto?? lol

beijo, beijinho, beijão

Sport Billy disse...

Amigo Renato...
Este post está excelente mas
o segundo parágrafo, em especial, está brutal e para quem diz não perceber nada de mulheres, tens estado muito atento :)))
Apesar de não ser grande especialista em batons e de não usar saltos altos, tipo agulha ou...de outro tipo qualquer, tenho de te confessar que me revi em todos os outros exemplos ;)
Continua assim, a "animar a malta"...e fico à espera do próximo post...e do grande tema que a todos nos une...a MÚSICA!!!
A propósito, na 6º tou lá e...Cheap and Cheerfull?? Não?!Lol

Beijos amigos...:D

scorpia disse...

Loool!
Eu nem me atrevo a opinar muito sobre o assunto! Conseguiste reunir algumas opiniões interessantes e tb algumas verdades do universo masculino, pela "Anónimo"...É verdade, também os homens são todos diferentes e todos iguais...

Uma coisa é certa caro amigo: com o passar dos anos vemos tanta coisa e passamos por tantas frustrações que criamos mecanismos de defesa de contra-ataque do sexo oposto...porque deixamos de ter pachorra...

E como alguém diria: a guerra dos sexos jamais terá um vencedor: há demasiada confraternização entre as duas partes....

;) Beijinhos e continua a remoer!!

Anónimo disse...

Para além de discordar em muitas coisas contigo concordo que nem todas as mulheres são iguais....

Só te queria deixar um pensamento:

Se as mulheres deviam vir com livro de intruções os Homens deviam de vir com livro de Reclamações ;)
Fica bem

Beijinhos
Claudia 1/4 De aguas.