sexta-feira, maio 9

A Simplicidade...


Sempre ouvi dizer que feliz é aquele que encontra a Felicidade na simplicidade das pequenas coisas. Estou totalmente de acordo. Acho que passei uma vida inteira na busca insaciante por uma simplicidade que me rodeasse e me acompanhasse para todo o lado. Nunca compreendi a fuga à simplicidade e a busca constante pela extravagância material e intelectual. Sou um apaixonado pelas pequenas coisas desde sempre, mas para mim as mais importantes da vida. Há situações que, em toda a sua simplicidade, me completam e irradiam de alegria. São os pequenos gestos, os pequenos actos, as palavras simples e sinceras que nunca me sairão da memória. Adoro pessoas assim, humildes e sinceras, que vivem a vida em busca desses pequenos momentos. Momentos eternizados que nos marcarão para sempre. Obviamente que as pessoas assim se tornam demasiado exigentes com os outros, mas essencialmente com elas próprias. Deste modo, é muito difícil viver em sociedade e principalmente viver relações a dois.


Acredito que sou um observador nato. Muitas vezes dou por mim a observar algumas pessoas e a pensar como são diferentes de mim. Não são melhores nem piores, são simplesmente diferentes. Somos felizes de maneiras diferentes e buscamos a felicidade em coisas também diferentes. Por vezes penso que ser assim possa ser um defeito, uma vez que nos acaba por fechar num mundo muito nosso, em que não permitimos que qualquer pessoa entre. Mas por outro lado, adoro pensar que toda a minha vida fui coerente comigo próprio, seguindo a minha linha condutora em busca de algo que pode não existir, mas eu acredito que existe.

Quando estou com crianças, em especial com a minha sobrinha, fico a pensar que os adultos deviam ser todos assim. Ficam contentes com as pequenas coisas que fazemos com eles, as pequenas atitudes, as pequenas brincadeiras. Não são muito exigentes para estarem bem e felizes. A meu ver, têm uma vantagem enorme, falam com toda a frontalidade e sinceridade do Mundo. Coisas que faltam à maioria dos adultos. Estes raramente agem com sinceridade e só se contentam com as coisas que a meu ver, são menos importantes. Para mim a felicidade passa por aí mesmo, por conseguirmos ser felizes dessa maneira. Vivermos com humildade, sinceridade, e acima de tudo simplicidade. O saber buscar a felicidade às mais pequenas coisas.

Quando penso nisto, fico ciente que não consigo ser aquilo que não sou, não consigo sair da minha linha condutora, e muito menos fazê-lo em prol de outra pessoa ou da sociedade onde vivemos. Não devemos nunca ser isto ou aquilo para agradar alguém, foi uma coisa que aprendi.
Viver segundo os meus ideais, faz de mim uma pessoa coerente comigo próprio e mais importante de tudo, faz de mim uma pessoa feliz. Sou feliz deste modo, não consigo ser doutra maneira e tento que os que me rodeiam também sejam felizes assim. Deste modo tudo se conjuga, passando a fazer sentido. A vida torna-se bem mais fácil quando temos o dom de não a complicar.

Como diria algum spot publicitário: "Aqui vou ser feliz!"...




Saeglopur - Sigur Ros

4 comentários:

Anónimo disse...

Falta a Generosidade...

Fica bem.

mir

Anónimo disse...

"É impossível para um Homem aprender aquilo que ele acha que já sabe".
(Epíteto)

purpurinaz disse...

Lindo!
As pequenas coisas... os pormenores... tal
como meter ai o video da Saeglopur!!

Lindo esse video, linda essa musica!!

saeglopur - um navegante perdido

Vivo
Retornou para casa
Um navegante perdido
Vivo
Retornou para casa
Um mergulhador vem

Acho que não deve ser bem assim, mas qd aprender Islandes, tiro a teima! Sim, porque ai sim aplico o spot publicitario do "aqui vou ser feliz" - in Iceland :)

ta 5 estrelas este post

Anónimo disse...

Poderoso...
Diria mesmo 5 estrelas e ... 2 cometas!!!!
Por não ter palavras para comentar ou não o conseguir fazer de uma forma "simples", vou apenas voltar a ouvir o meu cd dos Sigur Ros... Enfim, coisas pequenas que nos fazem felizes :))))

Beijos